Mensagens

A mostrar mensagens de 2017

Acabei de traumatizar o meu filho!

Comprei-lhe roupa na secção de menina!

Declaração de Amor - Take XLVI

Tu és a minha maior prova de fé.

18 de Outubro

A noite do por trás!

Porto (de Abrigo)

Querida Ana,
Demorei muito tempo a conseguir escrever-te. As palavras só são o meu forte para fora, para dentro parecem sufocar e converter-se em silêncios cheios de buracos e preenchidos de vazios.
Se não o fiz antes não foi por falta de amor, ao contrário do que possas pensar. Foi pela minha incapacidade em expressar o amor que sinto por ti, Ana. Levei algum tempo, tu dirás mais do que o necessário sempre. Essa tua pressa em chegar ao Destino que muitas vezes te impede de disfrutar a viagem. Pois bem, aqui estamos chegados ao ponto em que precisas de ler que eu te amo. Incondicional, verdadeira, genuina e ardentemente.
És tu a mulher da minha vida. Sempre foste tu, ainda que tenhas demorado a perceber isso. Ainda que tantas pessoas te possam ter magoado, este foi o teu caminho que te trouxe de volta a mim! Podia perder-me a escrever incontáveis palavras de apreço que sinto por todas as qualidades que tu melhor que ninguém sabes possuir. Podia perder-me a re-escrever tudo o que me faz a…

Depois de ontem:

O Outono foi oficialmente autorizado a chegar.

17 de Outubro

O dia de estender os a-braços ao Universo!

Novo título:

Promotora de felizes acasos!

Declaração de Amor - Take XLV

Tu és o meu Super-Homem, eu sou a tua Mulher Maravilha.

Ai Universo...

Parece que finalmente voltámos a falar a mesma língua!

É por isso que tento muito.

Eu prefiro sempre arrepender-me do que fiz do que o que deixei por fazer.

No cinema aprende-se:

Que a última fila da sala de cinema é a fila dos namorados.

Sou uma poetisa eu!

Eu continuo a querer-te na minha vida mas não deste modo braseira. Não precisa de ser um incêndio, mas dava jeito que o lume estivesse mais forte. Forte o suficente para aquecer, transpirar mas sem queimar.

No almoço aprende-se:

Que não sou mulher de casar, mas sim de acasalar!

Becoming...

Imagem
A sun goddess.

Auto-punição.

Há mais ou menos um ano atrás, ainda que inconscientemente, dei início a um processo de auto-flagelação pessoal, em que quase diariamente me batia e espancava mentalmente pelo que era. Não foi consciente mas passei praticamente 365 dias a achar que precisava de me auto-disciplinar fortemente, e provavelmente da pior maneira possível, para deixar de ser quem era e para moldar a minha personalidade de forma a que nunca mais voltasse a passar por um processo de mágoa do qual me senti a maior das vítimas.
Deixei de ser quem era, perdi alegria de viver, senti-me o pior dos seres humanos à face da terra, cumpria todas as obrigações esperadas de mim e pelo meio tentava sempre que possível anestesiar-me da dor. A dor, essa dor excruciante que me consumiu a carne, os músculos, os ossos, os tendões, os órgãos.
E não há melhor carrasco do que nós próprios, porque se cá dentro é cada um a dançar com os seus fantasmas, a nossa cabeça é perita em transformá-los nos piores monstros de que há memória.
N…

Cabe-nos a nós fazer melhor!

Ontem discutia a questão dos esterótipos de género e o facto de não acreditar que trabalhar só com mulheres fosse pior do que trabalhar só com homens. Pessoas são pessoas e dão trabalho e criam chatices e gostam de alimentar discussões desnecessárias.
Mas efectivamente nunca irei compreender porque é que determinadas pessoas têm especial prazer em chatear os outros. E pior, alguém que é mãe e retira prazer de chatear outra mãe, mesmo sabendo que inevitavelmente uma parte dessa chatice acabará a influenciar a vida dos nossos filhos.
É energia que é usada para destruir em vez de construir e isso eu não consigo compreender.

It's not a race to the end

Imagem

Declaração de Amor - Take XLIV

Tu és o meu karma, eu sou o teu dharma.

Eu acho que é...

Passar de Sapador a Voluntário é considerado downgrade, não é?!

Definitely In Love!

Imagem
Pelo menos este não desiluse!

Dear Past Me:

Congratula-te porque há um ano atrás conseguiste tomar uma decisão que mudou a tua vida para melhor. Abraça-te porque foste capaz de fazer o impensável para a maioria das pessoas na mesma situação que tu, é sempre mais fácil ser cobarde do que ir à luta. Mima-te porque a doçura que deres a ti própria irá ser alimento para a ternura que terás com o teu filho. Celebra todo o caminho que foste capaz de percorrer num único ano apenas e premeia-te com alguma coisa de bom apenas e só para ti mesma, sem a necessidade de a partilhares seja com quem for. Acredita que no fim do caminho haverá um oásis onde repousar. Continua a alimentar os sonhos, as esperanças e a fé que te sempre te caracterizou. Volta a ensinar alguém a dar abraços e mantém nesse ritual com todos os que puderes. Investe na construção da tua nova família a Norte e sacrifica-te por aquilo em que acreditas, a generosidade sem dádiva é apenas egoísmo disfarçado. Não acredites no fora da caixa, em vez disso desenha tu a tua própr…

Só uma questão de paciência! E esforço.

Imagem

Despedida...

Hoje vive em mim uma imensa sensação de partida.

Re-Inventei-me...*

Houve um tempo em que eu ia ao ginásio e sentia-me um caco, o patinho feio no meio de todas as mulheres que lá estavam. Nesse tempo, eu não sabia sequer o que era auto-estima, nem quem eu própria era.
Houve um tempo em que eu não nadava porque tinha vergonha do meu corpo e voltar a vestir o fato de banho era uma humilhação. Nesse tempo, eu sentia-me a pessoa mais solitária do mundo.



Houve um tempo em que eu punha o pé numa passadeira e desabava a chorar, só de pensar em todas as mulheres que o pai do meu filho tentaria seduzir naquela noite e na seguinte e na seguinte. Nesse tempo, eu amava alguém que conseguiu atingir-me no meu ponto mais fraco de todos.


Houve um tempo em que o simples acto de entrar no ginásio era a maior das valentias que eu era capaz de ter naquele dia. Nesse tempo, sair de casa e cuidar do meu filho eram uma obrigação da qual eu não retirava o mínimo prazer.


Houve um tempo em que toda a minha roupa era preta e larga, para me esconder o mais possível e me deixar passa…

Daddy issues no seu melhor!

Estou na fase em que só me interesso por homens com farda!

Pequena provocação!

Sabes que conheces bem o pai da criança quando entras no teu Facebook e pensas que ele namora com uma flausina, mas que provavelmente a quem ele acha mesmo piada é à irmã dela!

Guarda:

Sítio ideal para almoçar hoje!

VCI:

A rota que me permite ver os melhores nascer do sol todas as manhãs!

7 de Outubro:

Uma das raras noites de Verão no Porto.

Fixa isto, Ana!

Se é complicado não é amor...

Verbo da semana:

Whattsapir!

Nem preciso de anel...

Quando acordarmos os dois juntos no meio das montanhas, vou saber que é para a vida toda.

Top 5 das Nacionalidades Masculinas:

IsraelitasDinamarqueses HolandesesPortugueses Croatas

Viver é:

Oferecer um bilhete de um concerto a um desconhecido. Ir correr a São Silvestre em Dezembro. Cozinhar com amor jantares para amigos cá em casa. Mimar a minha mãe. Provocar gargalhadas ao meu filho. Dizer que te amo. Perdoar quem me magoou. Construir oráculos. Escrever manifestos. Imprimir fotografias do Verão. Dizer piadas parvas. Abordar desconhecidos. Aceitar os passos atrás. Aprender sempre e todos os dias. Comprometer-me.

Já não fazia isto há pelo menos 10 anos:

Fui à feira à hora de almoço!

7223

A tua cara começa a perder os pormenores na minha memória mas o meu corpo ainda tem a forma do teu.
In Heart on the clouds

Mantra do mês de Outubro:

Pensar menos, viver mais!

Lição n.º 83

Quando magoamos intencionalmente alguém estamos só a criar nós para vir desfazer numa próxima vida. 

Ganhar o dia!

Receber um telefonema em que o Adolfo Luxúria Canibal elogiou amplamente o meu trabalho.

Harvey Specter:

O meu mais recente homem fetiche!

Chorar:

Continua a ser a mais básica e significativa forma de comunicação do ser humano.

Penafiel:

O lugar com a biblioteca mais bonita de que há memória.

Favoritos do Mês:

Setembro: mês do Outono e do Equinócio!
Livro favorito: Arco-Íris
Imagem favorita: A imensidão do mar
Música favorita: Give me Tonight
Série favorita: Suits 
Ted Talk favorita: There's more to life than being happy
Aprendizagem favorita: Nós atraímos aquilo que somos
Mantra favorito: Deixa fluir
Objecto favorito: Ganesha em versão porta-chaves 
Peça de roupa favorita: Top que parece um guardanapo (segundo o meu melhor amigo)
Compra favorita: Gabardine cor-de-rosa
Comida favorita: Panquecas de chocolate com banana
Momento favorito: A submissão da minha candidatura
Lugar favorito: Vilar de Perdizes
Pessoa favorita: Padre Fontes

No almoço aprende-se:

Que as expectativas são a tradução dos nossos desejos.

Maternidade em modo zombie

[...] A sensação de ter entregue a minha liberdade por algo que não me estava a fazer feliz. Não há felicidade possível numa cabeça fundida e com um raciocínio lógico comprometido.
In Maçã de Eva

Lição nº. 82

O risco é inerente ao processo de viver.

4 Pilares de uma Vida Feliz:

Pertença. Propósito. Transcendência. Storytelling.

Uma palavra de cada vez...

Letra a letra, frase a frase, ponto a ponto, passo a passo, dia a dia. Aos bocadinhos vou re-escrevendo a minha história.

Ninguém escapa.

Absolutamente TODOS precisamos de heróis para admirar.

No pequeno-almoço aprende-se:

Que o meu cérebro reptiliano se activa com muita facilidade.

Está na hora de mudar de jogo!

Sempre fui melhor jogadora de póquer do que de xadrez.

Para mais tarde recordar!

Não trocaria a minha vida actual no Porto por qualquer outra versão da mesma que pudesse estar a viver.

I can thank you for how strong I have become

Imagem

Memórias de Outono.

Hoje a luz do Porto só me traz memórias das minhas tardes em Trás-os-Montes na escola secundária, também chamado de Liceu, do calor maduro de Outono em que começava a despir as camisolas até ficar de manga curta, das minhas melhores amigas e da estupidez que nos era caractarística, das skinny jeans castanhas, All Star beges e camisola rosa com um cão castanho que a minha madrinha me ofereceu num longínquo Natal.

A vida é só uma peça de teatro que nos limitamos a representar até a personagem do papel se colar à nossa pele de tal forma que se torna quase impossível viver fora deste corpo que já não nos pertence.

Definitivamente as pessoas dão demasiada importância às trivialidades da vida. Eu vou representando o papel que esperam de mim enquanto lentamente me descolo da personagem e vou reinventando outra que me agrade mais.

Quinta do Covelo:

O sítio onde há moços jeitosos a correr ao final da tarde!

O problema...

É que o nosso melhor nem sempre chega.

Saudades...

De fazer a A5 a voar baixinho!

Equinócio de Outono:

Sempre a altura do ano perfeita para largar o que não nos serve.

Confirmo:

Campo de Ourique continua a ter xuxus de qualidade!

Quero mesmo saber!

Imagem
Como é que a Lady Gaga aguentou este exemplar 5 anos se eu nem um mais fraquinho aguento 5 meses?

Pausa!

Sabes que precisas realmente de férias quando chegas ao trabalho e a primeira coisa que fazes é escrever o teu out of office.

Em Paz...

Acho que a paz pode ser definida como este sentimento de me olhar ao espelho no final do dia, com o cabelo apanhado, brincos pequenos nas orelhas e sorrir pela lembrança de TU, o Homem que mais amei e com decidi ter um filho, me dizeres o quanto gostavas de me ver com brincos pequenos.

Sonhos por cumprir:

#42 - Adoptar um cão.

A20:

O número da porta de embarque cujo vôo eu vou falhar.

Breve introdução ao Conceito: Incredulidade

Receber um email para fazer o check in de um vôo hoje à tarde de Frankfurt para o Porto.

We are problems that want to be solved

Imagem

O Que Só Vemos Quando Abrandamos:

Imagem

Nunca pensei escrever isto...

Ficar sozinha com o meu filho foi definitivamente das melhores coisas que me aconteceram.

Guindalense

O meu paraíso escondido do Porto.

703

O número do meu autocarro favorito no Porto que tem como destino Sonhos!

Adooooooooorava fazer uma coisa destas!

Imagem

Aprendizagem do Dia:

Imagem
Avalokiteshvara & Om Mani Padme Hum.

E nos atraímos aquilo que somos.

O motivo pelo qual eu sei que terei sempre relações especiais com outros seres humanos é porque tenho um compromisso comigo própria de ser todos os dias um bocadinho melhor.

Ana A., um retrato:

Tens um problema que é simultaneamente uma vantagem: quando desejas alguém é com todos os poros da tua pele.

Melhor definição de viver:

Ir a Londres ver um concerto de um músico que descobrimos há um par de dias assim do pé para a mão!

I'm saying your name

Imagem

Não é apanhar uma avião, mas...

Vou meter-me num carro e ir percorrer o país de lés a lés, daqui a um par de dias!

Um lugar só meu...

Há um Mundo na minha cabeça que está directamente ligado ao meu coração.
É um mundo que eu construo cheio de cores, cheiros e sabores, onde unicórnios povoam essa terra e as árvores cheiram a final de Verão. É um mundo de floresta tropical e selvagem porque afinal de contas a liberdade será sempre um dos meus valores centrais. É um mundo onde absolutamente toda a acção tem um propósito e a aleatoriedade é apenas uma brincadeira de crianças inconsequentes que serve para pouco mais do que decidir quando não se sabe o caminho a escolher. É um mundo onde os bosques são florestas pequeninas que vão crescendo devagar, sempre sob a minha supervisão atenta. É um mundo rodeado de mar porque a água é o meu estado da alma e não sei viver sem me perder em qualquer imensidão. É um mundo transbordante de Amor, nos seus 3 estados principais: Eros, Philia e Agape. É um mundo cheio de equipas, porque a vida não faz sentido de outra forma, já que se queremos ir longe vamos juntos. É um mundo de pés desc…

Step out of the shadows and into my life

Imagem

Verbo da Semana:

Apneir.

Sonhos por cumprir:

#41 - Ir a um Motel na minha hora de almoço!

Frases Soltas #75

Falar com quem não quer ouvir também é conversar sozinho.
Allan Dias Castro

Ainda assim, Obrigada!

Mesmo que eu tentasse agradecer à Vida, todas as pessoas que ela me trouxe, ficaria sempre aquém.

Mishap:

Esta deve ser provavelmente a minha segunda palavra favorita na língua inglesa.
Quem me a ensinou foi um alemão de Estugarda, professor de Inglês e que conheci numa formação em Oeiras.
E para mim, encerra em si este sentimento de serenidade mesmo quando as coisas que tu gostavas muito que acontecessem acabam por não se realizar.
A primeira é Serendipity, caso se estejam a indagar.

Sonhos por cumprir:

#40 - Participar numa cerimónia Ayahuasca.

Realidade Paralela

Veres a actual história da tua vida numa série de televisão, assim preto no branco e com tantas semelhanças que nem parece possível.

Nova Categoria Profissional:

Investigadora.

11 Anos Depois

E continuo a achar o nome deste blog o mais acertado.

She starts calling, I start falling

Imagem

Frases Soltas #74

Aventura é só mau planeamento.
Colin O'Brady

A memória mais doce de 2017!

Passa por ouvir esta música, numa praia deserta à noite, enquanto se via a chuva de estrelas de Agosto e se pediam desejos na companhia das melhores pessoas que o Porto me trouxe até agora.

Sonhos por cumprir:

#39 - Assistir a um concerto ao vivo dos Coldplay.

Delírios Matinais:

Vires a conduzir a caminho do trabalho, ouvires uma música na rádio e teres a certeza de que será uma das músicas tocadas no teu casamento!

Dava um dentinho lá de trás!

Só para me voltar a enfiar num avião nos próximos 8 dias.

Imaginar não é mais que mentir

Imagem

Estado actual da autora deste blog:

Greek freak!

Ai se as Capazes me lerem...

Cumpre-me admitir que tenho uma fraquinho por machistas!

Declaração de Amor - Take XLIII

Eu só estou cá para te ajudar a iluminar o caminho.

Sonhos por cumprir:

#38 - Conhecer Pedro Juan Gutierrez.

Foram precisos 33 anos.

Para perceber que conheço bem a Paixão mas muito mal o Amor.

No more butterflies 'cause they don't never last

Imagem

Verbo da Semana:

Zenur.

No congresso aprende-se:

Que a minha escrita é o meu canto de sereia.

Epifania da Água:

O contrário de ser nunca pode ser estar. 

No jantar aprende-se:

Que sair com um stripper é o equivalente ao fim da cadeia alimentar.

Declaração de Amor - Take XLII

Tu foste o oásis no deserto da minha alma.

O Mundo voltou a ser um lugar bonito!

Acabo de avistar dois marinheiros giros e fardados na Baixa do Porto.

Ana A. um retrato:

Aquela que deixou de se reger pelos kronos e passou a guiar-se pelo kairos.

Sábia:

Eis o que eu quero ser quando for grande.

29 de Janeiro de 2016

O dia em que ganhei um buraco no peito que até agora não consegui remendar.

Incontáveis já...

O número de vezes que me deixas nua sem me tirares uma única peça de roupa.

Oficialmente terminada a época estival!

Esta noite tive de dormir novamente com o edredão!

Back in 2013!

4 anos depois voltei a andar com uma guitarra na mala do carro!

Na TV aprende-se:

Que ter um coração partido é sinónimo de que se lutou por alguma coisa.

Frases Soltas #73

A ruína é a estrada para a transformação.
Lizbeth Gilbert

À espera:

Que alguém me faça uma profecia.

Meu Querido Mês de Agosto:

Tens sido o melhor exemplo possível da silly season!