E muitas fotografias bonitas que ficaram.

Terás provavelmente sido dos piores namorados da minha vida e foste sem grandes dúvidas o que mais me magoou.

Mas quando paravas os teus dias para me fotografares, quando me pedias que me inclinasse, que namorasse a luz ou que me deixasse levar no click, eu sabia que naqueles gestos havia amor.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dear Past Me:

Cabe-nos a nós fazer melhor!

Porto (de Abrigo)