Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2017

O meu existencialismo...

Dá-me vontade de ler todos os livros do mundo!

3.1/10

Para primeiro dia não foi mau!

Favoritos do Mês:

Novembro: Mês da Mudança

Livro favorito: O que só vemos quando abrandamos
Imagem favorita: O Crepúsculo

Música favorita: Let me touch your fire
Série/filme favorito: Daft Punk Unchained
Ted Talk favorita: Change your mindset, change the game 

Aprendizagem favorita: À segunda temos sempre mais medo de falhar.
Mantra favorito: Enjoy the ride
Objecto favorito: Baralho de Tarot
Peça de roupa favorita: Casaco vermelho
Compra favorita: O meu novo portátil
Comida favorita: Risotto de borrego
Momento favorito: O jogo do sério que fizemos naquele almoço.

Lugar favorito: Farol de Felgueiras
Pessoa favorita: Fátima

No meu sofá aprende-se:

Que sou um excelente objecto de contemplação.

365 dias de uma (nova) Vida.

Há precisamente um ano atrás, atravessava a Ponte do Freixo com a gata dentro da caixa no banco ao meu lado, dentro do meu Mito e chorava desalmadamente por ter sido capaz de chegar a esta nova vida.
E se me dissessem que um ano depois a minha vida já estaria toda virada do avesso outra vez eu dificilmente acreditaria.
365 dias podem mesmo ser sinónimo de toda uma nova vida.

Novo Teoria Explicativa do Mundo:

Tudo se explica por hormonas!

Procura-se:

Homem de fusão!

O meu Porto.

Quando anunciei aos meus mais esta mudança na minha vida, a primeira pergunta que recebi na esmagadora maioria das vezes foi se ia voltar a Lisboa ou se ficava pelo Porto.
O que me deixou realmente a pensar sobre quem sou eu hoje em dia e no quão diferente estou da miúda de há um ano atrás, porque nem por um segundo me passou pela cabeça voltar a Lisboa.
Agora sei que cheguei ao lugar onde pertenço. Pelo menos por mais 5 anos.

Palavra da Salvação:

Autêntica.

História de uma Vida:

A mulher que vivia bem consigo mesma.

(Mu) Dança:

Eu era a pessoa que estava sempre em movimento e lentamente tornei-me na pessoa quieta que aprendeu a apreciar esse movimento.

Verbo da Semana:

Tribur.

(Auto) Descobrimento:

Vou ter de dobrar o meu Cabo das Tormentas se realmente quiser chegar ao Novo Mundo!

O fim de um ciclo.

Hoje tive a sensação de estar novamente em Israel.

Na aula aprende-se:

Que um Doutoramento é uma licença para matar!

Velhice!

Sabes que a idade já pesa quando andas a tomar uma coisa recomendada pelo Instituto Português de Reumatologia.

11.464

O número de mensagens apagadas que prometeram mas deixaram tanto por cumprir.

Tarefa do Dia:

Olhar e não apenas ver!

Bússola:

Eu já escolhi o mapa, tracei o caminho e tomei a direcção certa. 
Agora é só uma questão de acertar a velocidade e deixar o barco navegar pelos mares nunca dantes navegados.

Frases Soltas #76

Nada assusta mais do que aquilo que não se conhece.
Banana Yoshimoto

(Pre) Monição

Vai entrar alguém na minha vida está semana para abalar as minhas estruturas e com um potencial indecifrável.

(In) Definição

Eu não me defino por justaposição ao que já fui.

Declaração de Amor - Take XLVIII

Contigo aprendi o verdadeiro significado do Amor.

Roteiro Alfacinha:

MOB Espaço Cultural - Restaurante Clandestino - La Siesta - The Insólito - The Decadente - Feira da Bagageira - Aquele Lugar Que Não Existe - Dois Corvos - MUSA.

Em banho-maria.

A expressão que melhor descreve o estado actual da minha vida amorosa.

A feeling...

Pela primeira vez em muitos anos sinto-me estrangeira em Lisboa.

Verbo da semana:

Mu(n)dar.

Nome do meio: Camponesa

Estou na fase em que já me custa sair do Porto mesmo para rumar à capital.

Empatia

Definitivamente a característica que mais nos torna humanos.

Mais uma vez confirmo:

Quando se fecha uma porta abre-se uma janela!

Ou preciso de tempo ou não há nada a dizer!

Termino hoje uma etapa marcante da minha vida e não tenho palavras a escrever sobre o assunto. 

Sou um verdadeiro desperdício...

Nestes últimos dias houve alguém que me fez perceber que tenho cá dentro uma riqueza que não partilho com ninguém na maior parte das vezes...

Mas está na hora de mudar o tabuleiro!

Agradavelmente concluo que estranhamente continuo exímia na arte de jogar o jogo.

Estou uma tripeira feita:

Sei de cor os dias de feira nas localidades à volta do Porto!

Ainda antes do ano acabar, estou apostada em:

Ir correr a São Silvestre do Porto no tempo a que me propus.Ir passar um fim-de-semana fora cá dentro com amigos.Organizar um jantar de despedida.Assistir a uma estreia de teatro.Escrever um Manifesto masculino.Fazer uma apresentação de um projecto novo.Celebrar um novo projecto profissional.Levar o meu filho à Feira dos Santos na minha cidade Natal.Adquirir um portátil lindo e maravilhoso que combine comigo.Ir ao lançamento de mais um número da minha revista.Preparar uma festa de Natal para 20 crianças.Comprar um telemóvel novo.Ir a um motel na hora de almoço.Ir vender discos numa feira de vinil.Fazer 34 anos e festejar o meu aniversário dentro da minha própria caixa.Parece que preciso de cumprir pelo menos 12 para igualar o ano horribilis de 2016.

Naturalmente Optimista:

Apanhar uma gastroenterite e manter o foco nos quilos perdidos para a São Silvestre!

O dia em que deixei de Te Amar:

Foi o dia em que deixei de escrever para Ti.

Processo de Cura:

Soluços. Saliva. Sal.

Das transparências:

Investigar. Escrever. Voar.

Dos Grupos de Mensagens da Minha Vida:

Bem-vindas a ItáliaViagensGrupoThe Cool KidsGirlfriendsEuforiaConhecimentoBlogsMuchachasCorridaUlisseiaOs VelhosAtuns VoadoresLC LisboaDúvidas MaternaisPessoalChristmas Party

No meu caminho:

Pacientemente imperfeita.